oheremita
 

 

 

 

 

 

 
 
LINKS
 
 
Software Livre
O Software Livre
  O Software Livre
  Comparando-se com uma casa, o Software Livre é a casa que ao compra-la, você está comprando também o projeto, e pode até demolir ou reconstruir se quiser (por isto se diz livre), já o software proprietário é a casa que não vem com o projeto. Além do mais, você só compra o direito de usar, e usar sozinho, pois para cada nova pessoa, que o acompanhar, você terá de pagar novamente.

Tecnicamente seria o seguinte:

1. O programador cria o programa, que nada mais é do que uma seqüência de tarefas, que o computador executará, para que o programa cumpra a função a qual se destina, como por exemplo um editor de textos. Esta lista de tarefas é escrita na linguagem de programação que o programador escolher, Python, Java, C++, etc, é um documento escrito em texto puro e é chamado de código fonte.
2. De posse do código fonte, o programador usa um programa chamado compilador (cada linguagem de programação tem o seu), que traduz este texto para linguagem de máquina, formando o programa executável, pronto para uso.

Quando você compra um software, proprietário, você está comprado apenas o direito de usar o programa executável. É como a casa sem o projeto, onde não se pode fixar sequer um quadro na parede, por não saber se por aquele ponto, passa dentro da parede um cano dágua ou um cabo elétrico. E também por não ter permissão para isto, já que você comprou apenas, o direito de uso.

O software Livre, vem com o código fonte junto, e se você é um programador, ou uma empresa que o compra tem um programador, ele pode fazer alterações no programa, como quiser.

Outra coisa é que o tipo de licença de uso é livre, portanto, você pode utilizar a mesma cópia, para instalar em todas as máquinas que possuir e também fazer quantas cópias quiser, esta licença é chamada de copyleft (trocadilho com Copyright).

Este tipo de software sempre existiu, mas com a proliferaçío do Software proprietário, ficou esquecido. Mas em 1991, um Finlandês chamado Linus Torvalds, criou um programa com a tecnologia do Unix (primeiro grande sistema operacional, criado no final do anos 60 por cientistas). O Grupo de desenvolvedores que se formou em torno dele, decidiu chamá-lo de LINUX, em homenagem ao Linus e ao UNIX. Ele o distribuiu aos seus amigos, estes foram fazendo modificações e melhoramentos, e redistribuindo, até os dias de hoje. Eles aproveitaram o trabalho de um Americano Richard Stalman, que havia criado, oprojeto GNU com o módulos que complementeriam o Linux e a Free Software Foundation, com uma licença livre chamada GPL (General Public Licence), esta licença diz, que o trabalho foi realizado pelo autor fulano de tal e que você pode fazer quantas cópias quiser e redistribui-lo ou utilizá-lo em outros trabalhos, desde que mantenha o registro do nome do autor, e também distribua este trabalho resultante, sob a mesma licença.

Hoje temos um sistema operacional completo, e um conjunto de aplicativos, onde cada qual é mantido por um grupo de pessoas, que adoram programar e colaborar. A este conjunto de sistema operacional e aplicativos, se dá o nome de distribuição ou simplesmente distro. Hoje temos várias distros, algumas mantidas por voluntários e outras por empresas.

Slackware - mantida por uma única pessoa Petrik Volkerding, a mais antiga em atividade até hoje, eu a uso e gosto da filosofia de simplicidade que a norteia.
Debian - mantida por uma comunidade de mais de 2000 voluntários organizados, em torno da comunidade, muito estável indicada para empresas.
Kurumin - Brasileiro mantido por Carlos Eduardo Morimoto, muito bom roda direto do CD sem instalar na máquina, indicado para manutenção.
Suse, Red Hat, etc, são mantidas por empresas, com suporte técnico de alto nível.
Mandriva - surgiu da junção da empresa Francesa Mandrake, com a Brasileira Conectiva, excelente.

Temos também vários outros sistemas operacionais livres, todos com tecnologia do Unix e que podem ser instalados em PC:

FreeBSD - da Universidade da Califórnia.
OpenSolaris - da empresa Sun Microsystems.

Detalhe, todos estes sistemas sem exceção, são imunes a VÍRUS. Como os vírus são feitos para o outro sistema, seria como dizer palavrão em português, para um francês, não teria efeito.

Abaixo alguns links, para aqueles que querem um maior contato.

Meu Aplicativo favorito:
<http://www.broffice.org.br/>

Meu Projeto dentro do Software Livre:
<http://www.broffice.org.br/?q=escritorio_aberto>

O melhor site de noticias do mundo Software Livre:
http://br-linux.org/

Fóruns, tutoriais e informações:
<http://www.vivaolinux.com.br/>
<http://www.guiadohardware.net/>

Mulheres no software Livre:
<http://www.linuxchix.org.br/>

O melhor do Slackware Linux:
<http://www.slackwarenaveia.org/>
<http://www.slackware-brasil.com.br/web_site/>
<http://www.slacklife.com.br/index.php>

O melhor navegador de todos os tempos:
<http://mozilla.org.br/>

Como resultado desta cultura de conhecimento livre, temos a maior enciclopédia do mundo, online:
Inglês:
<http://en.wikipedia.org/wiki/Main_Page>
Português:
<http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A1gina_principal>


Eu pessoalmente colaboro com o BrOffice.org, que é um conjunto de aplicativos para escritório, Com planilha, editor de textos, programa para apresentações, desenho, banco de dados, etc.
Eu não sou programador, então disponibilizo alguns arquivos exemplo, do BrOffice.org.
Estes arquivos estão disponíveis em: <http://www.broffice.org.br/?q=escritorio_aberto>


Um detalhe que eu acho particularmente interessantes no software Livre é que em todos os programas, os programadores de uma maneira em que tudo o que aparecerá escrito para o usuário durante a utilização do programa, possa ser separado em um único arquivo, assim para traduzir o programa para outra língua fica muito fácil, basta traduzir este arquivo - quase todos os programas são poliglotas - Checo, Russo, Chinês, Esquimó-Inuit, Português, etc.

Se você chegou até aqui, parabéns pela sua tenacidade e perseverança, e me perdoe por alongar tanto o assunto.

Felicidades!!!